sponsor

Preto Show participa no Festival do Índico

Preto Show é o único estrangeiro convidado a participar na primeira edição do Festival Musical do Índico, que se realiza amanhã no Estádio Nacional do Zimpeto, na cidade de Maputo, capital de Moçambique.
O cantor angolano actua no festival com mais de nove horas de música e entretenimento, onde são esperados 17 artistas moçambicanos.
Os moçambicanos Dama do Bling, Twenty Fingers, Lizha James, Humberto Luís, Liloca, Mr. Bow. Anita Macuacua, Lloyd Kappas, Os do Momento, Celso Notiço, Mabermuda, Cizerboss, Marllen, Lourena Nhate, Bander e MC Dygo Boy fazem parte do cartaz. A organização refere na sua página na Internet que espera atingir ou superar o maior público já registado em eventos musicais em Moçambique, que é de mais de 80 mil espectadores na praia da Costa do Sol, em Fevereiro último.
Preto Show não sofreu qualquer ferimento no acidente ocorrido no último fim-de-semana em Moçambique, no concerto de apresentação do terceiro disco do projecto Team de Sonho.
O cantor passa bem, apesar da violência com que embateu no solo, depois de se ter lançado do palco para o público, julgando que a multidão podia segurá-lo.
O artista foi socorrido de imediato pelas forças que garantiam a segurança no Estádio do Maxaquene, em Maputo, onde actuava no primeiro de dois espectáculos realizados por artistas nacionais, no qual também participaram moçambicanos, integrados no projecto Geração de Ouro.
Em declarações ao Jornal de Angola, Fabious “Biura”, cantor que dividia o palco com Preto Show, considerou a atitude do colega intempestiva e motivada pela forma eufórica como foi recebido pelo público moçambicano.
Membro do grupo Zona 5, o rapper Fabious “Biura” disse que o acidente ocorreu às 5 horas de 27 de Outubro “devido a emoção”.
Refeito da queda, Preto Show viajou no mesmo dia para Luanda onde participou em dois concertos, no Pavilhão Multiusos do Kilamba, e no Mussulo.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.