sponsor

Ministério abastece stock do hospital do Lobito



O Ministério da Saúde abasteceu nesta terça-feira, o stock do Hospital Geral do Lobito, com 26 toneladas de medicamentos e material gastável, após um incêndio de grandes proporções, cujos prejuízos foram avaliados em 90 milhões de kwanzas.


 Falando à imprensa, após a entrega simbólica dos medicamentos, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, afirmou que estes medicamentos deverão cobrir às necessidades da unidade sanitária nos próximos cinco meses.
Sílvia Lucutuca afirmou que se trata de uma medida de apoio com carácter de urgência, para a reposição de stock do hospital do Lobito, uma vez que o  depósito de medicamentos, destruído pelas chamas, também apoiava as comunas, no interior do município, e, vezes, servia de “retaguarda” para a província de Benguela.
A cerimónia de entrega dos medicamentos foi antecedida de uma curta visita ao Hospital Geral do Lobito, onde a ministra se inteirou dos níveis dos prejuízos provocados pelo incêndio e encorajou médicos e enfermeiros a trabalharem de maneira a evitar a quebra no serviço prestado às populações desta localidade.  
A ministra anunciou que outros meios serão enviados à província de Benguela, em função das capacidades de armazenamento local, orientando o Gabinete Provincial de Saúde de Benguela a encontrar um espaço para aprovisionar os meios, porque toda a carga proveniente de Luanda não cabe no espaço preparado no Lobito e outra parte fica em Benguela.
Esta primeira assistência do Governo inclui ainda 500 redes mosquiteiras, medicamentos específicos do programa de nutrição e da saúde reprodutiva, 20 colchões hospitalares e diverso material gastável, para dar resposta às necessidades dos pacientes que dependem destes remédios.
Fonte: Angop

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.