sponsor

Professor detido com braços de ex-aluna na mochila



O ancião de 63 anos de idade, professor de história numa universidade na Rússia, foi detido com os braços de uma sua ex-aluna de 24 anos, que supostamente terá matado porque estava apaixonado por esta.

As autoridades russas estão a investigar o historiador suspeito do homicídio de uma ex-aluna depois de, na manhã de sábado, o homem ter sido retirado de um rio em São Petersburgo, bêbedo e com uma mochila onde estavam dois braços e uma pistola.
Os media locais identificaram o suspeito como Oleg Skolov, professor na Universidade de São Petersburgo, detido e transportado para o hospital, onde está a ser tratado para hipotermia.
Segundo a BBC, Oleg terá admitido a culpa, confessando que estava apaixonado pela vítima e que a matou durante uma discussão, cortando-lhe a cabeça, braços e pernas.
A polícia russa confirmou, entretanto, que o restante corpo da vítima, Anastasia Yeshchenko, foi encontrado no apartamento do historiador, com quem a jovem de 24 anos estaria a desenvolver um trabalho de investigação.
Durante operações no Rio Moika, as autoridades encontraram ainda restos mortais de um homem cuja identidade é ainda desconhecida. Não se sabe ainda se as mortes estarão relacionadas.
Fonte: SIC Notícias

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.